No caso dos cogumelos secos, coloque-os de molho em água morna até ficarem macios antes do cozimento e consumo. Primeiro cogumelo comestível a ser comercializado, é uma excelente fonte de fibras – que correspondem a 40% de sua composição, de acordo com Frederico Eira. A consistência esponjosa absorve o sabor de outros ingredientes.

Muito se fala sobre espécies que possuem princípios ativos psicoativos e outros tóxicos. Porém, atualmente a maioria dos cogumelos do mercado vem de cultivo controlado. Por isso, deve-se evitar o consumo de espécies silvestres e não colher cogumelos por conta própria. Os cogumelos são uma boa fonte de vitaminas do complexo B, como niacina e riboflavina.

Podem ser consumidos frescos ou desidratados – no segundo caso, concentram mais seus aromas e sabores. Quando frescos, o melhor é não lavá-los, pois são porosos e absorvem muita água, o que afeta seu sabor e sua textura.

Uma simples colher de sopa de cogumelos paris apresenta 0,65 gramas de fibra, o que corresponde a 2,59% do necessário para o dia. Além disso, o cogumelo paris reúne vitaminas do complexo B, ácido fólico, triptofano, selênio, cálcio, cobre, fósforo, zinco, manganês, magnésio, ferro. A junção de todas essas substâncias é bastante benéfica para o corpo humano. Segundo Gilberto Costa Braga, Doutor em Agronomia e professor do Curso CPT Cultivo do Cogumelo Champignon, o cogumelo comestível Champignon é imbatível como preferência nacional. Conhecido como cogumelo-de-paris, ele normalmente é comercializado em conserva, mas também pode ser servido fresco após cocção.

Em 2009 uma trufa branca de 750 gramas foi leiloada por 100 mil euros na Itália. As trufas negras exalam aroma menos acentuado, superfície mais rugosa e são mais resistentes ao manuseio.

Depois de hidratados, deve-se espremer os cogumelos para retirar o excesso de água e o líquido escuro que restou da hidratação pode ser usado para fazer molhos. O funghi secchi é qualquer cogumelo desidratado, sendo normalmente rico em potássio, cálcio, fósforo, magnésio, zinco, sódio, vitaminas do complexo B e vitamina C.

Alimentação Ideal

Além disso, por serem baixos em sódio, os cogumelos podem ajudar a diminuir a pressão arterial e os riscos e algumas doenças cardíacas. Muito conhecidos como “a carne dos vegetarianos”, os cogumelos são quase unanimidade entre quem consome ou não proteína animal. Seus sabores oscilam entre os bem marcantes até os mais sutis e eles podem incrementar uma comprar cogumelos porção de receitas. Os mais consumidos no Brasil são o champignon, o shimeji, o shiitake, o portobello e do sol. Confira, a seguir, detalhes das características e as propriedades nutricionais de cada um. Os cogumelos são alimentos extremamente versáteis, podendo ser consumidos refogados, assados, no vapor ou grelhados sem perder seus nutrientes.

Por possuir um tipo de fibra alimentar solúvel, consumir cogumelos ajuda a diminuir o colesterol “ruim”, que é considerado um dos fatores de risco para os problemas cardiovasculares. Além disso, eles contêm potássio que faz bem para a saúde do coração, uma vez que diminui a pressão arterial, melhora a contração muscular e ajuda a manter o ritmo cardíaco. Enquanto isso, lave os cogumelos rapidamente em água corrente.

Com o aumento do gosto do brasileiro pelo consumo da iguaria, é importante que o maior número de pessoas saiba como identificar espécies que podem causar dano ao organismo. Quando criança morava na roça e no período chuvoso os campos ficavam repletos de cogumelos, que a gente chamava de capricu ou capricu. Sabíamos diferenciar o bom e o venenoso, de acordo com a aparência e o local onde estava. Hoje não encontramos mais, talvez por causa das mudanças climáticas e as culturas de eucalipto e pastagens. É importante também atentar-se para a data de colheita e validade. Ele oferece um aroma agradável, quase floral, às receitas e seu sabor é suave e agradável. Deve ser adicionado nas receitas bem no final, para evitar que fique duro.

Tipos De Cogumelo Não Comestível

O tradicional Champignon, muito utilizado em pratos como Strogonoff, possuem um sabor suave. Já o Shimeji e o Shiitake, possuem sabor mais forte e são muito utilizados em pratos japoneses, enquanto o Funghi Secchi, que é o cogumelo seco, é bastante usado em risotos e molhos. Já no Brasil, os mais conhecidos e consumidos são o Champignon de Paris, o Shitake e os vários tipos de Shimeji. Sem mencionar as espécies menos populares, como o Erynguii, o Pleorotus Salmão, o Portobelo, o Nameko, entre outros. Sim, os dois têm diferença, principalmente porque um é consumido no Japão e outro na China! Apesar disso, o Shimeji também é um excelente aliado no combate ao câncer e colesterol ruim. Além disso é fonte de fibras, minerais, vitaminas e proteínas.

Leave a comment

Your email address will not be published.