A análise teve como referenciais eventos econômicos, políticos e sociais importantes, ocorridos a partir da chegada da Família Real ao Brasil, em 1808, estudados por pesquisadores contábeis e econômicos. No entanto, devido a grande popularidade conquistada pela Escola Patrimonialista entre os estudiosos contábeis no mundo inteiro, a maior parte dos doutrinadores consideram o “patrimônio” como o objeto de estudo da contabilidade.

CONTABILIDADE DO MUNDO ANTIGO – período que se inicia com as primeiras civilizações e vai até 1202 da Era Cristã, quando apareceu o Liber Abaci , da autoria Leonardo Fibonaci, o Pisano. A medida em que as operações econômicas se tornam complexas, o seu controle se refina. As escritas governamentais da República Romana (200 a.C.) já traziam receitas de caixa classificadas em rendas e lucros, e as despesas compreendidas nos itens salários, perdas e diversões. Foi o pensamento do “futuro” que levou o homem aos primeiros registros a fim de que pudesse conhecer as suas reais possibilidades de uso, de consumo, de produção etc.

Se quisermos ser pessimistas, é tão antiga quanto o homem que conta e que é capaz de simbolizar os objetos e seres do mundo por meio da escrita, que nas línguas primitivas tomava, em muitos casos, feição pictórica. Assim, a importância Consultoria Contábil e a essencialidade da contabilidade são indispensáveis para os iniciados. Mesmo assim, essa essencialidade e, por que não dizer, a extraordinária beleza desta nobre e antiga disciplina são por poucos reconhecida, e, estes poucos são, normalmente, pessoas de grande experiência e descortino.

A contabilidade reflete um dos aspectos dos anseios mais enraizados no homem hedonístico, isto é, “põe ordem nos lugares em que reinava o caos, toma o pulso do empreendimento e compara uma situação inicial com outra mais avançada no tempo”, de acordo com IUDÍCIBUS . Na invenção da escrita, a representação dos números normalmente tem sido uma precedência histórica.

evolução histórica da contabilidade

Evolução Da Contabilidade

A chamada “Golden Age”, época em que ocorreu a reconstrução dos países europeus, em função do pós-Guerra, e a aplicação em larga escala dos preceitos Keynesianos, foi o período de maior crescimento econômico de todo o século.

Além da contribuição para o ensino e a pesquisa contábil no Brasil, a seguir mais bem detalhadas, a FEA/USP foi pioneira ao instituir, nos anos 1970, a pós-Graduação Stricto Sensu em Controladoria e Contabilidade. 1339/05 estendeu suas disposições à Escola Prática de Comércio de São Paulo e à extinta Academia de Comércio de Juiz de Fora. A Escola Prática de Comércio, fundada em 1902, posteriormente denominada Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, tornou-se uma referência no ensino comercial, ao lado da Academia de Comércio do Rio de Janeiro.

Novas mudanças ocorreriam no curso do Instituto Comercial do Rio de Janeiro entre o final da década de 70 e início da década de 80 do século XIX. 7538, de 15.11.1879 extinguiu as cadeiras de Francês, Inglês, Alemão, Caligrafia e Matemáticas, e os cargos de Diretor, Secretário e Porteiro.

O controle dos custos, que tem por objetivo a sua redução, é a chave do sucesso das empresas. Estoques são substituídos por programas just-in-time, controle de qualidade total, processos de produção flexível e muitos outros são de implementação contínua. Com a globalização, as empresas entram em um novo estágio evolutivo, pois estão cientes que as tradicionais práticas administrativas não são mais apropriadas num mundo de competição crescente e de economias sem fronteiras.

Essa crescente competitividade mundial passou a exigir, cada vez mais, informações apuradas de custo. Todavia, com o decorrer do tempo, há necessidade de informações que a administração das empresas passa a exigir em formato cada vez mais distinto daquele prescrito pela contabilidade geral, que, por sua vez, está amarrada aos princípios fundamentais da contabilidade.

A Gestão Contábil

A grande beneficiária dessa postura é a empresa, principalmente, neste período de grande acirramento da concorrência. Situação que a contabilidade gerencial representa uma arma poderosa e ganha quem estiver mais bem preparado.

O que observamos, na grande maioria das organizações, é que, em razão principalmente da influência fiscal, ocorrem distorções relevantes nas informações contábeis.

As demonstrações contábeis legais tornaram-se de difícil entendimento e de pouca utilidade, o que leva à contabilidade a imagem de algo que existe somente para o atendimento da fiscalização, ficando relegado, a segundo plano, o atendimento às necessidades da gestão dos negócios.

Leave a comment

Your email address will not be published.